11/11/2021 | DESEMPENHO

Economia caxiense registra crescimento de 2,2% em setembro

Números foram apresentados nesta quinta-feira (11) pela CIC e CDL - Foto: Ana Clara Nazario/CIC Caxias
Números foram apresentados nesta quinta-feira (11) pela CIC e CDL - Foto: Ana Clara Nazario/CIC Caxias

A economia de Caxias do Sul voltou a ficar no azul em setembro e registrou alta de 2,2% sobre o mês anterior. Indústria, com 0,6%, e serviços, com 7% de crescimento, influenciaram o índice positivo geral. O comércio, porém, apresentou resultado negativo, com uma queda de -1,2% no comparativo com agosto. Os números do desempenho da economia de Caxias do Sul no mês de setembro foram apresentados nesta quinta-feira (11) pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), em reunião conduzida pelo presidente da CIC Caxias, Ivanir Gasparin.

Na comparação entre setembro deste ano com setembro de 2020, o crescimento da economia local foi ainda maior: 6,3%, graças à indústria, que cresceu 19,7% no período. Neste mesmo comparativo, comércio e serviços ainda apresentam desempenho negativo. Com isso, o acumulado de janeiro a setembro de 2021 está em 6,4% de alta, enquanto no acumulado dos últimos 12 meses, o crescimento da economia em geral é de 2,9%. “A indústria vem performando bem e com boas expectativas, mesmo com o desequilíbrio na cadeia de suprimentos. Já o setor de serviços avança em razão da retomada das atividades econômicas antes restritas pela pandemia, enquanto o comércio sente o impacto dos dois feriados ocorridos em setembro”, avalia Maria Carolina Gullo, diretora de Economia, Finanças e Estatística da CIC.

De acordo com o levantamento, dos cinco itens que compõem o Índice de Desempenho Industrial (IDI/Caxias), dois foram positivos em setembro em relação a agosto: utilização da capacidade instalada (3%) e compras industriais (7,7%). Os demais (horas trabalhadas, vendas industriais e massa salarial ficaram negativos.

O mercado de trabalho manteve-se praticamente estável em setembro, com alta de 0,3%. Foram criados 567 postos de trabalho no mês analisado. No acumulado de 2021, porém, teve alta de 5,4%. O mesmo comportamento se verificou nos últimos 12 meses, quando os postos de trabalho em Caxias do Sul cresceram 3,2%. Hoje, Caxias do Sul registra um total de 156.093 postos formais de trabalho.

Já o saldo da balança comercial sofreu uma queda de -33,4% em setembro relação ao mesmo mês do ano passado. Em relação a setembro do ano passado, a queda é de -2,1%. Com isso, o comércio internacional caxiense apresenta um desempenho negativo de -54,4 no período de janeiro a setembro de 2021. No acumulado dos últimos 12, a queda é de -47,2%. O saldo acumulado da balança comercial nos últimos 12 meses é de US$ 140 milhões.

Os Estados Unidos, com 18%, foram o principal destino das exportações locais. Em seguida vem Chile, Panamá, Congo, Argentina, Uruguai, México e Peru. Já a China, com 38%, ainda é o principal país de origem das importações caxienses. Logo após aparecem Itália, Alemanha, Estados Unidos, Áustria e Japão.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CIC - Jornalista Marta Guerra Sfreddo (MTb6267)

Downloads

Outras Notícias