23/03/2021 | DESEMPENHO

Economia de Caxias do Sul apresenta queda de 4,5% em janeiro

Dados foram divulgados nesta terça-feira (23) pela CIC e CDL
Dados foram divulgados nesta terça-feira (23) pela CIC e CDL

O desempenho da economia de Caxias do Sul no mês de janeiro aponta para uma queda de menos 4,5% em relação a dezembro, com os três segmentos apresentando números negativos. O comércio foi o que mais sofreu, com diminuição de menos 10,1% em sua atividade no primeiro mês do ano, seguido pelos serviços, com menos 8,6%, e indústria, com menos 0,4%, conforme mostra o levantamento divulgado em coletiva de imprensa on-line nesta terça-feira (23) pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) e Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL).

Na comparação com janeiro de 2020, a economia de Caxias do Sul também caiu (-4,8%). Na análise setorial, os serviços registraram queda de menos 25,8% em relação ao mesmo mês do ano passado. Em seguida vem o comércio, com queda de menos 19,9%. A indústria, em movimento contrário, teve crescimento de 11,6% na comparação entre janeiro de 2021 e janeiro de 2020. 

No acumulado dos últimos 12 meses, a atividade econômica caxiense mostrou retração de -9,1%, uma queda que vem aumentando desde maio de 2020. “Os resultados apresentados evidenciam que a indústria foi o setor que melhor se recuperou da crise provocada pela pandemia. O comércio e os serviços tiveram mais dificuldades para a retomada, lembrando que as restrições de funcionamento para estes setores foram mais severas”, ressaltou a diretora de Economia, Finanças e Estatística da CIC Caxias Maria Carolina Gullo. 

Empregos

No saldo entre admissões e demissões no mercado de trabalho local, o levantamento mostrou que em janeiro, na comparação com dezembro de 2020, foram criadas novas 1.627 vagas em Caxias do Sul, um aumento de 1,1% no total de empregos formais no município. A indústria foi o segmento que apresentou melhor desempenho no saldo da geração de vagas, com 823 novos postos de trabalho. A agropecuária oportunizou a criação de 355 novos empregos.  Hoje, Caxias do Sul possui um total de 149.668 postos formais de trabalho. Nos últimos 12 meses, porém, a queda no desempenho do mercado formal de trabalho é de menos 1,02%. 

Mercado externo

Em janeiro, o saldo da balança comercial caxiense apresenta crescimento negativo de menos 56,6% em relação a dezembro de 2020, de menos 68,9% em relação ao mesmo período do ano anterior e de menos 19,3% no acumulado de 12 meses. O ano se iniciou com queda nas exportações e leve aumento nas importações. “Apesar do real desvalorizado, as exportações de não commodities não têm conseguido se beneficiar do câmbio favorável”, avaliou o diretor de Economia, Finanças e Estatística da CIC Caxias Joarez Piccinini.

Também participaram da apresentação a vice-presidente de Serviços da CIC Caxias, Maristela Tomasi Chiappin, os também diretores de Economia, Finanças e Estatística da entidade Tarciano Cardoso e Nestor Pistorello e o diretor-executivo da Casa, Gelson Dalberto, além de representantes da CDL.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CIC - Jornalista Marta Guerra Sfreddo (MTb6267)

Downloads

Outras Notícias