18/11/2020 | REUNIÃO-ALMOÇO

Adiló Didomenico detalha propostas de governo em reunião-almoço da CIC

Participação do candidato do PSDB no evento de hoje foi definida em sorteio - Foto: Karine Zanardi dos Santos/CIC
Participação do candidato do PSDB no evento de hoje foi definida em sorteio - Foto: Karine Zanardi dos Santos/CIC

Ao palestrar na reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC Caxias) nesta quarta-feira (18), o candidato da coligação Levanta Caxias (PSDB-PTB-SD-PSC-PROS), Adiló Didomênico, afirmou que sua candidatura forma um novo eixo e apresenta uma nova proposta política para governar a cidade. “Levanta Caxias, é isso que esta cidade está precisando neste momento. Nos juntamos com quem quer ver esta cidade andar para a frente”, enfatizou. A ordem de participação nas reuniões-almoço da CIC dos candidatos a prefeito no segundo turno foi definida em sorteio. Na próxima segunda-feira (23), a entidade receberá o candidato Pepe Vargas (PT) como palestrante.

Em evento comandado pelo presidente da CIC, Ivanir Gasparin, Adiló começou falando de sua ligação com Caxias do Sul e sobre o início de sua trajetória pública, incluindo a passagem pela presidência da Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca), citando e agradecendo a tradicionais figuras da história política caxiense. Como comerciante e atuante nas entidades de classe do setor, lembrou que uma de suas bandeiras, à época, era tirar o comércio ambulante das calçadas. “Passeio não é lugar para venda, para comércio. Passeio é lugar público, e nunca me afastei dessa ideia. Nós vamos trabalhar muito forte, com respeito, com humanidade, cadastrando os ambulantes e encontrando um local adequado, mas menos no passeio público, ali não é local”, frisou.

O candidato também elogiou o atual prefeito, Flávio Cassina, que, segundo ele, honrou com sua palavra e está fazendo um bom trabalho. “Destravou e liberou muito mais processos e alvarás neste curto espaço de tempo do que em todos os três últimos anos”, pontuou. Contou também que sua candidata a vice-prefeita, Paula Ioris, ouviu mais de 50 servidores públicos para entender o emaranhado de leis que hoje atrapalham e dificultam o funcionalismo de exercer a plenitude do seu trabalho. “Estamos preparados para, quando chegar janeiro, não precisar bater cabeça. Sabemos onde estão os nós para reescrever estas leis com o apoio do Legislativo, tornando fácil e seguro o trabalho do servidor, dando resposta àquilo que os senhores mais reclamam, que é a burocracia e os entraves do Poder Público. Não adianta reclamar, tem que fazer, tem que modificar as leis”, justificou. E adiantou que encaminhará à Câmara de Vereadores um novo Código de Obras para facilitar quem quer empreender em Caxias do Sul.

Em relação ao novo aeroporto da Serra Gaúcha, Adiló disse que vai trabalhar para dar continuidade ao projeto, mas pensando também no desenvolvimento do entorno, de um plano diretor que permita que empresas se instalem na área com baixo custo. Anunciou ainda que transformará a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego em uma Secretaria de Desenvolvimento, Tecnologia e Inovação. “É o que está gerando emprego, precisamos estar atentos a esta questão da inovação”, explicou. Além disso, propõe a criação de um gabinete especial para a captação de recursos, investimentos e parcerias público-privadas, e um novo projeto de Refis (Programa de Refinanciamento de Dívidas) para ajudar as pessoas que querem se tornar adimplentes. Na questão da segurança, o candidato falou que pretende implantar um projeto de cercamento eletrônico no município.  

Em relação à integração e desenvolvimento regional, Adiló comentou que não dá para pensar somente em fazer crescer Caxias do Sul, mas toda a região e o estado. “Temos que nos ajudar, todas as forças políticas têm que convergir no mesmo sentido, acabou o tempo de disputa”.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CIC - Jornalista Marta Guerra Sfreddo (MTb6267)

Outras Notícias