26/08/2020 | ESTADO

CIC Caxias reúne lideranças para debater Reforma Tributária do RS

Reunião híbrida com a presença do deputado estadual Ruy Irigaray ocorreu nesta quarta-feira (26) - Foto: Alessandra Perez/CIC Caxias
Reunião híbrida com a presença do deputado estadual Ruy Irigaray ocorreu nesta quarta-feira (26) - Foto: Alessandra Perez/CIC Caxias

Ao cumprir agenda em Caxias do Sul, o deputado estadual Ruy Irigaray se reuniu na manhã desta quarta-feira (26) com lideranças empresariais na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC Caxias). O objetivo foi debater a Reforma Tributária do estado com a presidência e diretores da entidade e presidentes de sindicatos patronais, em um encontro híbrido. “Caxias do Sul e Região têm pagado a conta dessa estrutura pesada da máquina pública. Os empresários não podem, mais uma vez, pagar essa conta”, declarou o parlamentar, posicionando-se contrário à proposta original enviada pelo Executivo gaúcho à Assembleia Legislativa.

Ruy Irigaray, que foi secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do governo Eduardo Leite, ouviu as críticas dos representantes de sindicatos patronais aos pontos da proposta que elevam a carga tributária para diferentes setores, incluindo a indústria vinícola e o segmento de serviços. As lideranças também questionaram a falta de debate em torno do tema e o regime de urgência com que a Reforma Tributária precisa tramitar no Legislativo. De acordo com o deputado, a Assembleia tem até 15 de setembro para deliberar e encaminhar o projeto à votação em plenário. Além disso, diretores da CIC Caxias chamaram a atenção para o fato de o estado elaborar um plano ao mesmo tempo que o governo federal negocia uma ampla reforma no sistema tributário nacional.

O presidente da CIC Caxias, Ivanir Gasparin, reiterou que antes da Reforma Tributária o estado deveria se preocupar com a Reforma Administrativa, no que foi apoiado pelo deputado. De acordo com Irigaray, deveria ser a primeira reforma a ser feita, uma vez que 90% de tudo que se arrecada no Rio Grande do Sul vai para o pagamento da folha. “Mais desburocratização e menos impostos”, defendeu Irigaray.

Participaram da reunião dirigentes do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs), Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás), Sindicato da Indústria do Vinho do Rio Grande do Sul (Sindivinho), Sindicato das Instituições de Educação Infantil Particulares de Caxias do Sul (Sinpré), Sindicatos dos Representantes Comerciais de Caxias do Sul (Sirecom) e MobiCaxias, entre outros, além de representantes de empresas locais e da Região.  

Fonte: Assessoria de Imprensa da CIC - Jornalista Marta Guerra Sfreddo (MTb6267)

Outras Notícias