CSS Light Web Gallery

11/03/2019 | DISCURSO

PRONUNCIAMENTO DO PRESIDENTE IVANIR GASPARIN NA REUNIÃO-ALMOÇO DE 11 DE MARÇO

Foto: Julio Soares/Objetiva
Foto: Julio Soares/Objetiva

Senhoras e Senhores,

No evento que realizamos em fevereiro, tivemos a oportunidade de manifestar ao governador Eduardo Leite nossa expectativa em relação à gestão da crise do estado, nosso desejo de ver o Rio Grande do Sul retomar o desenvolvimento e voltar a crescer economicamente.

Hoje, temos conosco o prefeito da nossa cidade, e acreditamos, da mesma forma, como fizemos com o governador, ser oportuno externar nossa expectativa em relação a mais um ano da administração do município.

Muito já falamos sobre a evidente necessidade de se repensar Caxias para os próximos anos, diante da visível perda de dinamismo da nossa economia em anos anteriores, reflexo de uma das maiores crises vividas pelo país.

Este, aliás, foi o que motivou o surgimento do MobiCaxias, que tem por objetivo pensar a nossa cidade para 2020-2040. Afinal, que cidade queremos, é a reflexão que propõe o MobiCaxias?

Pois bem, o pior da crise já passou, escolhemos um novo modelo político-econômico para o brasil, então cremos ser hora de focar na cidade em que vivemos e pensar em uma Caxias do Sul maior.

Precisamos pensar grande, e não só pensar grande como também agir com grandeza!

Somos 500 mil habitantes, todos com direito à qualidade de vida, infraestrutura, segurança e serviços básicos que tornam uma cidade acolhedora e agradável para se viver e trabalhar.

Infelizmente Caxias perdeu muito dessas qualidades que a fizeram, no passado, uma cidade diferenciada das demais, sempre lembrada pelo título de a Pérola das Colônias.

Por esse motivo, caro prefeito, a comunidade caxiense necessita do efetivo engajamento e comprometimento do poder público municipal na promoção de melhorias e definições no que tange alguns aspectos que exemplificarei a seguir:

- Aeroporto Regional Hugo Cantergiani - é preciso e mais inteligente apostar no potencial do atual aeroporto, enquanto o de Vila Oliva não avança. Temos um bom aeroporto, o segundo melhor do estado, mas que precisa de investimentos, de melhorias para atender à população regional como ela realmente merece.

Já não nos interessa mais termos aqui apenas um campo de aviação, e para isto a Prefeitura precisa assumir de vez a gestão do aeroporto. Há quanto tempo falamos nas tratativas para liberação da outorga do Hugo Cantergiani, medida que poderia dar novo impulso às instalações do aeroporto, e a solução simplesmente não decola? É de se perguntar...

Infraestrutura urbana - queremos também ver a Prefeitura com suas equipes de obras nas ruas, consertando, embelezando mesmo os espaços públicos! Ninguém gosta de viver em uma cidade com ruas malcuidadas, com canteiros e jardins abandonados, obras que se arrastam por semanas, meses, etc.

Festa da Uva S.A  - também, desde o início de sua administração colocamos a necessidade de se revisar a Festa da Uva S.A ou propriamente os pavilhões e não tivemos retorno.

Gestão pública – aspecto, aliás, que o senhor faz tanta questão de exaltar, permita-nos prefeito dizer que somos da opinião que o pagamento de trimestralidade nos salários dos servidores públicos precisa ser revisto.

Essa lei que autoriza o repasse trimestral se torna um desconforto para o contribuinte e para a população!

Isso não existe na iniciativa privada, e olha que a iniciativa privada muitas vezes apresenta indicadores de desempenho muito superiores ao serviço público. Então difícil é entender essa política.

Transporte público – esta é outra questão que precisa ser revista, que é o benefício de isenção do pagamento da tarifa do transporte público para pessoas acima de 60 anos, sendo que pela legislação federal é 65 anos.

Hoje uma pessoa de 60 anos não pode ser considerada idosa e incapaz, e pode muito bem pagar pela sua passagem de ônibus.

A idade não deveria ser um critério! É do conhecimento de todos que é o empresariado que paga a maioria das passagens do transporte coletivo em Caxias do Sul. Em Caxias, 32% das passagens são gratuitas.

Por fim, prefeito, vemos aqui seus secretários!

A todos, pedimos o mesmo que pedimos ao senhor: competência, empenho, amor pela cidade, diálogo com a comunidade, disposição também para ouvir o contraditório e atuação pelo bem-comum. A democracia, senhor prefeito e equipe, só existe com diálogo.

Caxias do Sul precisa voltar a ser grande e para isso, precisamos pensar grande, sonhar alto, não nos contentarmos com o mínimo. Vamos parar de exigir trevo de Fazenda Souza, de roçadas para Farroupilha e curvas da BR-116.

Aqui nesta mesa diretora, reunimos a administração pública, o legislativo, classe empresarial e a academia, na qual a prefeitura também tem um assento no Conselho Diretor da Fundação Universidade de Caxias do sul, então eu lhe pergunto: o que fazer para todas estas forças da nossa cidade trabalharem em sinergia?

Como podemos melhorar a relação institucional destas instituições? A CIC mantém-se disposta e a postos para trabalhar, colaborar, enfim, fazer Caxias do Sul prosperar cada vez mais.

Nosso DNA é de gente que não se contenta com pouco, é sim de gente batalhadora, lutadora, sonhadora e, principalmente, de gente que faz!! O poder público precisa acompanhar no mesmo ritmo.

Por fim, é indiscutível a importância de falarmos sobre a Festa da Uva e do que ela representa para Caxias do Sul. Não esqueçam que Festa da Uva é o nosso sobrenome, o sobrenome de Caxias do Sul! ...

A cultura e a tradição precisam ser preservadas.... isso foi o que sempre encantou os visitantes da festa, sejam daqui ou de fora.

Sem dúvida, o evento teve pontos positivos e a melhorar..., no entanto, não podemos perder de vista que “não existe festa comunitária sem o envolvimento da comunidade”.

Muito obrigado!

Fonte: Assessoria de Imprensa da CIC

Outras Notícias