CSS Light Web Gallery

13/09/2018 | ELEIÇÕES 2018

CIC recebe candidato ao governo do RS Jairo Jorge

Representante da ‘Frente o Rio Grande Tem Solução’ se reuniu com lideranças da entidade e sindicatos patronais - Foto: Candice Giazzon/CIC
Representante da ‘Frente o Rio Grande Tem Solução’ se reuniu com lideranças da entidade e sindicatos patronais - Foto: Candice Giazzon/CIC

A Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) recebeu nesta quinta-feira (13) o candidato ao governo do Rio Grande do Sul pelo PDT, Jairo Jorge, em encontro que reuniu lideranças empresariais da entidade e de sindicatos patronais. O candidato da coligação que reúne também o PV, Solidariedade, Podemos, PPL, Avante e PMB, chamada de ‘Frente o Rio Grande Tem Solução’, apresentou as principais propostas e diretrizes de seu programa de governo. Ao saudar Jairo Jorge, o presidente da CIC, Ivanir Gasparin, falou dos anseios da classe empresarial e da importância destes encontros com os candidatos. Segundo ele, um dos desafios dos empresários tem sido se envolver e participar mais da política. “A solução para os problemas do Brasil e do estado passam pela política”, afirmou Gasparin.

Prefeito de Canoas por dois mandatos, Jairo Jorge contou que entre fevereiro de 2017 e maio deste ano visitou os 497 municípios gaúchos, onde realizou mais de mil reuniões e ouviu mais de 28 mil pessoas. “O sonho dos gaúchos é recuperar a pujança e a liderança do estado”, afirmou o candidato ao citar números a respeito do déficit das contas públicas. “A situação é muito difícil, a crise é grave, a maior da nossa história”, enfatizou.

Jairo Jorge disse que o Rio Grande do Sul tem sete problemas estruturais: estagnação econômica, fuga de cérebros, estado burocrático, paradigma do conflito, perda de excelência, déficit de infraestrutura e desigualdades regionais. Segundo ele, são problemas que precisam de soluções inovadoras. Entre as propostas estão a desburocratização e celeridade na liberação das licenças ambientais, redução da carga tributária a partir da “Lei do Gatilho”, que reduz as alíquotas de ICMS e outros impostos, adoção de políticas para aumentar os investimentos e a arrecadação, retomada da capacidade de diálogo com os servidores e reestruturação do estado, com diminuição de secretarias e níveis hierárquicos. “Austeridade não é uma bandeira da direita, nem da esquerda. É uma bandeira universal”, argumentou.

Para resolver os gargalos na logística do Rio Grande do Sul, está na pauta do candidato criar a Lei de Incentivo à Infraestrutura, que prevê a realização de obras pelo setor privado a partir do ICMS, concessões e PPPs. Além disso, propõe fortalecer os Coredes (Conselhos Regionais de Desenvolvimento), com a criação de escritórios regionais, e tornar o estado um celeiro de inovação, com investimentos em energias limpas, biotecnologia, saúde e economia criativa.  

Ao final do encontro, Ivanir Gasparin fez a entrega ao candidato de um documento formalizando os pleitos da classe empresarial caxiense.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CIC - Jornalista Marta Guerra Sfreddo (MTb6267)

Outras Notícias