CSS Light Web Gallery

07/08/2018 | AGENDA 2020

Lideranças da Serra se reúnem para elaborar prioridades ao próximo governo gaúcho

CIC sediou encontro realizado nesta segunda-feira (6) - Foto: Divulgação/Agenda 2020
CIC sediou encontro realizado nesta segunda-feira (6) - Foto: Divulgação/Agenda 2020

Os trabalhos para a elaboração do Caderno de Propostas da Região de Caxias do Sul para os futuros candidatos a governador do Estado e ao Legislativo ocorreram nesta segunda-feira (6), em parceria com a Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC). Melhorias na infraestrutura, na saúde e na segurança foram as prioridades mais destacadas pelos participantes. A presidência e diretores da entidade participaram do encontro.

Representantes de diversos segmentos da região – privado, públicos, terceiro setor – destacaram entre as prioridades a duplicação das rodovias RSC-122 e RSC-453 como fundamental para o desenvolvimento da Serra e de todo o Estado. Também apontaram a necessidade de mais investimentos em educação técnica para a inserção dos jovens no mercado de trabalho.

O próximo passo é compilar estas propostas e outras definidas no encontro a fim de formatar o documento que será entregue, no dia 16 de outubro, aos candidatos do segundo turno. A ideia é que elas façam parte do plano de governo do próximo governador e que sejam implementadas ao longo dos anos a fim de melhorar a realidade do Estado. “Queremos firmar um compromisso com o futuro gestor do Rio Grande do Sul”, afirma o diretor-executivo do Polo RS e Agenda 2020, Valdir Bianchessi Júnior.

Além de levantar propostas ao desenvolvimento do Rio Grande do Sul, a iniciativa tem também teve como objetivo reunir lideranças de todos os segmentos da sociedade para apresentar as tendências globais, o panorama socioeconômico da região e do Estado através da Sinaleira 2020.

O destaque positivo referente aos indicadores da Sinaleira 2020 do município de Caxias do Sul refere-se ao Índice Firjan de Gestão Fiscal. Este índice, cujo o objeto de análise circunscreve as contas públicas municipais leva em consideração os seguintes aspectos: Receita Própria, Investimentos, Gastos com Pessoal, Liquidez e Custo da Dívida. São raros os municípios que mantém um bom desempenho e Caxias é uma exceção neste sentido. Enquanto a média obtida pelos municípios gaúchos é de 0,525, Caxias alcançou 0,72. Desta forma, a cidade encontra-se entre as 15 melhores gestões fiscais do estado, e entre as 100 melhores do Brasil.  

Já o ponto negativo é o PIB per capita (a produção de bens e serviços anuais por habitante), teve uma forte desaceleração nos últimos anos. O indicador de 2015 encontra-se em R$ 51.303 por habitante, o que representa uma queda superior à 15% em relação a 2011, ou seja, descontada a inflação do período o valor era de R$ 60.481.

Agenda 2020 possui cerca de mil voluntários no Estado. São representantes de vários segmentos da sociedade, tais como educação, saúde, segurança, infraestrutura e agronegócio.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Polo RS

Outras Notícias