CSS Light Web Gallery

19/05/2017 | INTERNACIONAL

Visita do embaixador fortalece laços entre Caxias do Sul e Itália

Antonio Bernardini foi recebido na CIC por autoridades e lideranças empresariais do município - Foto: Giovana Schmitt/CIC
Antonio Bernardini foi recebido na CIC por autoridades e lideranças empresariais do município - Foto: Giovana Schmitt/CIC

O presidente da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC), Nelson Sbabo, fez as honras ao embaixador italiano no Brasil, Antonio Bernardini, em almoço que reuniu nesta sexta-feira (19), além do prefeito Daniel Guerra, do vereador Gustavo Toigo, representando a Câmara de Vereadores, do reitor da Universidade de Caxias do Sul, Evaldo Kuiava, e do bispo Dom Alessandro Ruffinoni, um expressivo grupo de lideranças empresariais. Sbabo falou da alegria e do orgulho em receber o embaixador e disse esperar que levasse a melhor impressão de Caxias do Sul e dos descendentes italianos que construíram um polo industrial reconhecido no mundo inteiro.

O embaixador, por sua vez, falou da emoção de visitar um lugar com tantas raízes italianas, com tantos descendentes e conhecer um setor industrial tão competitivo. Bernardini disse acreditar que o orgulho que os caxienses sentem de sua ligação com a Itália vem da capacidade de trabalho dos que construíram essa região e do que representa a história da imigração. “Mas não podemos somente olhar o passado. Temos que olhar o futuro. O que podemos fazer, os ítalo-brasileiros, para fortalecer a relação entre Brasil e Itália, questionou o embaixador.

Para ele, a cultura e a economia são dois importantes pilares nessa relação. “Temos uma relação econômica muito importante, que é muito forte. As relações entre empresas brasileiras e italianas são um exemplo no mundo. Temos que trabalhar para continuar a fortalecer essa parceria que é fantástica”, afirmou o embaixador.

Antonio Bernardini veio a Caxias do Sul para se encontrar com o empresário Raul Randon, que na próxima sexta-feira (26) vai receber o título “Honoris Causa” da Università Degli Studi di Padova em reconhecimento a seu trabalho de gestão empresarial. Randon será o segundo brasileiro a receber a honraria de uma das mais antigas universidades do mundo; o primeiro foi o escritor Jorge Amado, em 1996. Comovido, Raul Randon disse sentir-se honrado que uma das mais renomadas universidades europeias tenha decidido dedicar-lhe um reconhecimento tão raro e importante.

O embaixador Antonio Bernardini, que veio acompanhado do cônsul-geral da Itália em Porto Alegre, Nicola Occhipinti, recebeu várias homenagens, entre as quais a Medalha da CIC, entregue pelo presidente Nelson Sbabo.  

Fonte: Assessoria de Imprensa da CIC - Jornalista Marta Guerra Sfreddo (MTb6267)

Outras Notícias