CSS Light Web Gallery

04/04/2017 | DESEMPENHO

Economia de Caxias do Sul cresce 10,9% em fevereiro

Indicadores econômicos do mês foram divulgados pela CIC e CDL nesta terça-feira (4) - Foto: Giovana Schmitt/CIC
Indicadores econômicos do mês foram divulgados pela CIC e CDL nesta terça-feira (4) - Foto: Giovana Schmitt/CIC

A economia de Caxias do Sul cresceu 10,9% em fevereiro, quando comparada com o mês anterior. Na comparação com fevereiro de 2016, no entanto, o desempenho se manteve estável, com leve alta de 0,1%. É o primeiro mês, nos últimos três anos, em que no comparativo com o ano anterior, o desempenho não foi negativo. Os números do desempenho da economia local foram divulgados nesta terça-feira (4) pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) e Câmara dos Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul (CDL).

Para o diretor de Economia, Finanças e Estatística da CIC Astor Schmitt, alguns indicadores mostram uma recuperação de 10% nos últimos 13 meses, fato comemorado pelas duas entidades, mostrando que lentamente a economia de Caxias do Sul está tendendo ao zero, ou seja, recuperando as perdas dos últimos anos.

Na comparação entre os últimos 12 meses com os 12 meses anteriores, porém, a queda da economia local chegou a 9,4%, enquanto no acumulado de janeiro e fevereiro deste ano, a redução da atividade econômica de Caxias do Sul foi de 3,9%. Na análise por setores, a indústria apresentou crescimento em fevereiro de 19,4% se comparada com janeiro, e de 2,5% em relação a fevereiro do ano passado. O comércio caiu 6,9% em relação a janeiro de 2017 e 7,3% em relação a fevereiro de 2016. O desempenho dos serviços registrou alta de 5,8% em fevereiro em relação a janeiro. Quando o setor teve seu desempenho comparado com o de fevereiro de 2016, os serviços tiveram leve redução de 0,1%.

O levantamento aponta ainda que todos os itens que compõem o Índice de Desenvolvimento Industrial (IDI) foram positivos em fevereiro na comparação com janeiro. Em relação a fevereiro do ano passado, as vendas industriais e a utilização da capacidade instalada registraram índices negativos.

As exportações caxienses caíram em fevereiro: menos 7,7% em relação a janeiro, mas cresceram 13% sobre fevereiro de 2016. Já as importações caíram 25,3% na comparação com janeiro e 7,5% em relação a fevereiro do ano passado. O saldo da balança comercial caxiense foi positivo em 5,3% em fevereiro sobre janeiro.

Em relação aos postos de trabalho, o estudo mostra que o mercado formal apresentou aumento de 1.245 novas vagas, um crescimento de 0,8% no mês. O maior número de empregos ocorreu na indústria. Foram 883 vagas a mais em fevereiro, que somadas às vagas criadas em janeiro, totalizam 1.971 novos empregos, o que também foi comemorado pela CIC e CDL, pois indica a retomada, embora ainda lenta, dos postos de trabalho. Em Caxias do Sul, o estoque de empregos formais está na marca dos 160.494. Em 2013, este número era 183.173, o maior desde o ano de 2000.

Também participaram da coletiva o vice-presidente de Indústria da CIC, Carlos Zignani, os diretores de Economia, Finanças e Estatística da CIC, Joarez Piccinini e Maria Carolina Gullo, o diretor da CDL Ricardo Comandulli, o assessor de Economia e Estatística da CDL, Mosár Leandro Ness, e a assessora do Departamento de Economia, Finanças e Estatística da CIC, Nara Panazzolo.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CIC

Downloads

Outras Notícias