CSS Light Web Gallery

Homenagens com a medalha da CIC

25/06/2018 | MEMÓRIA

CIC presta homenagem póstuma a Ottoni Minghelli

Netos do ex-presidente receberam em nome do avô honraria entregue pela atual gestão da entidade - Foto: Gilmar Gomes
Netos do ex-presidente receberam em nome do avô honraria entregue pela atual gestão da entidade - Foto: Gilmar Gomes

Durante a reunião-almoço desta segunda-feira (25), a Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) prestou uma homenagem in memoriam a seu ex-presidente Ottoni Minghelli, que presidiu a entidade nos anos de 1973 e 1974. Minghelli participou ativamente da fusão entre a Associação dos Comerciantes e o Centro da Indústria Fabril, entidades que deram origem à CIC, sendo seu presidente de honra.

Familiares de Ottoni Minghelli participaram da solenidade. Em nome do avô, os netos Flávio Minghelli e Henriette Schmitt Wisintainer receberam a Medalha e Diploma da CIC, que é entregue a personalidades em reconhecimento ao papel que exerceram ou exercem no desenvolvimento da classe empresarial. A entrega foi feita pelos presidentes dos Conselhos Executivo, Ivanir Gasparin, Superior, Dagoberto Lima Godoy, e Deliberativo da CIC, José Quadros dos Santos.

Natural de Caxias do Sul, Ottoni Adelino Zatti Minghelli foi político e empresário. Era filho de Fúlvio Minghelli e Virginia Zatti. Foi casado com Iró Maria Brandt, com quem teve os filhos Paulo Jacob e Ilka Terezinha, oito netos, seis bisnetos e três tataranetos.

Destacou-se no comércio e na indústria caxiense como uma das principais lideranças da classe. Ainda jovem, estabeleceu-se no ramo do comércio fundando a Casa Minghelli, e anos mais tarde passou a fazer parte da firma De Carli, Minghelli e Mascarello, que deu origem à Importadora Comercial Ltda. Na sua caminhada empresarial fez parte de diversas empresas como membro do conselho de administração e acionista.

Presidiu por nove anos a Associação Comercial, que exercia decisiva influência na economia de toda a Região e participava ativamente de decisões políticas municipais. Foi homenageado pela associação recebendo por aclamação o título de sócio honorário. Foi sócio benemérito do Centro da Indústria Fabril, e quando esta entidade se fundiu à Associação dos Comerciantes para a criação da Câmara de Indústria e Comércio, em 1973, foi eleito presidente de honra.

Integrou a diretoria da Festa da Uva por muitos anos e foi presidente em 1937 e 1965. No ano de 1975 foi presidente da comissão executiva do Centenário da Imigração Italiana no Brasil. Neste mesmo ano foi homenageado pelo governo italiano com o título de comendador.

Fez parte de uma comissão municipal para escolha do local para o prédio dos Correios e Telégrafos. Foi um dos fundadores e membro da diretoria do Rotary Club, atuou na diretoria do Clube Juvenil e em 1958 construiu o primeiro edifício de apartamentos para aluguel de Caxias. Foi também um dos fundadores da TV Caxias. Por dois anos foi diretor do Banrisul e nos dois anos seguintes assumiu a presidência do mesmo banco, durante o governo de Euclides Triches.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CIC - Jornalista Marta Guerra Sfreddo (MTb6267)